Templo Hagar Qim de Malta

Templo Hagar Qim de Malta

Uma das maravilhas megalíticas de Malta é o misterioso templo de Hagar Qim, no sul da ilha. Você sabia que abriga um megálito de quase 60 toneladas? Descubra como foi construído e para que era utilizado.

O templo de Hagar Qim está localizado em uma colina no sul de Malta, muito perto do mar. É um dos templos megalíticos de Malta considerados Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Entre os anos 3600 e 3200 a.C., as civilizações neolíticas construíram este incrível complexo de pedra usando técnicas bastante avançadas. Devido à excelente preservação do templo, acredita-se que poderia ter sido coberto por uma abóbada de pedra que o protegia do sol e da chuva.

Além disso, em uma das suas muralhas se encontra o maior megálito da ilha, com 5,2 metros de comprimento e 57 toneladas. Os construtores dos templos usavam pedras esféricas e rampas para colocar essas grandes pedras na posição vertical.

Sem dúvida, a parte mais marcante do templo de Hagar Qim é a cavidade elíptica em um dos megálitos que durante o solstício de verão deixa entrar luz e ilumina uma laje localizada bem em frente. Um momento único!

Para que o templo era utilizado?

O templo histórico de Hagar Qim é fundamental para entender a história de Malta desde os primeiros assentamentos na ilha. No seu interior, foram encontrados restos de ossos de animais domésticos, o que sugere que o templo foi usado para fazer sacrifícios de animais ou para abrigar o gado. Além disso, a forma do templo e a presença de altares sugerem a possibilidade de que ele foi usado para rituais religiosos.

Durante as escavações arqueológicas também encontraram estatuetas que possuíam forma de uma mulher grande, e por isso o templo de Hagar Qim poderia ter sido dedicado à divindade da fertilidade. Estas figuras, juntamente com pilares de pedra esculpidos com temas vegetais, estão expostas no Museu Nacional de Arqueologia de Valletta.

Templo de Mnajdra

Apenas a 500 metros do sítio arqueológico de Hagar Qim está o templo Mnajdra. Data de 3000 a.C., foi construído com calcário e se encontra junto de uma falésia. Neste caso, o templo está alinhado com os astros de tal forma que a luz entra através de um orifício na sala principal durante o solstício da primavera e do outono.

Horário

De junho a outubro: todos os dias das 9:00 às 18:00 horas.
De novembro a maio: todos os dias das 9:00 às 17:00 horas.

Preço

Adultos: 10€
Jovens de 12 a 17 anos, maiores de 60 anos e estudantes: 7,5€.
Crianças de 6 a 11 anos: 5,5€
Menores de 5 anos: entrada gratuita.

Transporte

Ônibus: linha 74 (parada Hagar)